sexta-feira, 31 de maio de 2013

Wolfenstein 3D re-lançado para PlayStation 3 e Xbox 360

imagem

 A Bethesda aproveitou a curiosidade despertada pelo anúncio de Wolfenstein: The New Order para re-lançar o primeiro Wolfenstein, de 1992, para PlayStation 3 e Xbox 360.

 O clássico da id Software já está disponível para download por 400 pontos Microsoft no Xbox Live e na PlayStation Store dos Estados Unidos por $4.99. A Bethesda prometeu que em breve também estará disponível na PS Store européia.

 Wolfenstein 3D é conhecido por sua grande influência no gênero first-person shooter e também pela sua temática, que coloca o jogador a combater contra o império nazi.


Fonte: Eurogamer

sábado, 25 de maio de 2013

Crash Bandicoot: The Wrath of Cortex



Crash Bandicoot: The Whrat of Cortex

Gênero: Aventura / Plataforma

Empresa: Traveller's Tales

Lançamento: 29 de outubro de 2001

Plataforma: Xbox, GameCube e PlayStation 2

Testei no: Ps2

Número de Jogadores: 1



  "Crash Bandicoot: The Wrath of Cortex" é o primeiro jogo da série Crash Bandicoot lançado para a geração Ps2/GC/Xbox. Foi desenvolvido pela Traveller's Tales e distribuído pela Universal Interactive Studios (atual Vivendi Games) em parceria com a Konami para Ps2 em 29 de outubro de 2001, para o Xbox em 15 de abril de 2002 e para o GameCube em 17 de setembro de 2002.


  A história desse jogo se passa anos depois de Crash Bandicoot 3: Warped, onde numa estação espacial esta sendo feita uma reunião dos vilões. Na reunião, Uka Uka reclama com o Neo Cortex, N.Gin, N.Tropy, Dingodille e Tiny pelo fracasso que tiveram (no game anterior), e diz que é melhor arrumarem um bom plano para que possam derrotar Crash e seus amigos. N.Gin acidentalmente deixa escapar que Cortex andou trabalhando em uma arma secreta dia e noite desde a última vez em que Crash o derrotou. Cortex confirma a afirmação, mas diz que o elemento que falta para a arma se concluir é a fonte de poder. Ao ouvir a palavra "elemento", Uka Uka pensa em libertar os Elementais, máscaras maléficas capazes de controlar os quatro elementos da natureza e que estavam hibernando há milênios. Cortex então decide usar Crunch (a arma secreta), um bandicoot geneticamente alterado como cobaia controlada pelos Elementais. Por causa de catástrofes naturais começando a acontecer, os Bandicoots Desconfiam de que Cortex e Uka Uka estão tramando algo, e quando Aku Aku confirma isso, os Bandicoots decidem coletar os Cristais de Poder para que os Elementais possam voltar a hibernar. Então, eles rumam para a mais nova invenção de Coco, o Sistema VR Hub.


  É, histórinha legal, mas vamos falar agora se o jogo é bom. A Jogabilidade de The Wrath of Cortex foi uma das coisas mais criticadas no game, pois é muito parecida com a de Crash 3, com poucas inovações. Algumas das coisas novas eram alguns veículos que eram encontrados em algumas fases, como um gipe; além de ainda existir as fases de avião que muitos gostaram em Crash 3. Também há fases com a Coco, sem a Pura ou uma nave, coisa que muita gente queria. Uma coisa não muito boa, pelo menos na minha opinião, é que o game só tinha um boss: Crunch Bandicoot. Em todos os 5 "grupinhos" de fases (coisa que também é idêntica ao de Crash 3) o boss é o mesmo, apenas com o auxílio de uma máscara elemental diferente. Ok, dependendo do elemental o boss fica bem diferente, então não é o MESMO, mas acho que eles deveriam ter aproveitado mais os outros vilões no game, que ai servem apenas como obstáculos em algumas fases (estou falando de N.Gin, Tiny, Dingodille e N.Tropy).


  Os gráficos e o modelo dos personagens também foram bem criticados, pois são muito simples, mesmo para um Ps2. Eu realmente não curti muito o modelo dos personagens do game, principalmente dos inimigos. Bom, como era o começo da geração, não vou julgar muito os gráficos, pois a potência do console ainda não havia sido muito explorada.

  As músicas são bem legais e se encaixam bem nas fases (na trilha sonora a série nunca pecou), porém não são tão marcantes como as dos jogos anteriores.


WoC não tem outros modos além das fases mesmo, mas assim como Crash 3 o game possui uma warp zone secreta com um grupo de fases extras. Com tudo isso o game tem uma boa duração, que traz muita diversão tanto para fãs do Crash quanto para simples jogadores de jogos de aventura.

Nota: 8,0
Com muitos problemas e atrasos que a produção do jogo teve, coisa que também está sendo levada em conta nesse review, WoC ainda conseguiu manter a qualidade que a série Crash tinha no Ps1. Foi um game que para mim valeu a pena jogar!
------------------------------------------------------------
Curiosidades sobre o jogo:
. O jogo era para ser exclusivo do PlayStation 2. A Universal Interactive, em parceria com Mark Cerny, estavam desenvolvendo o que seria o primeiro jogo do Crash na geração 128 bits, porém com o abandono de Mark Cerny do projeto (saída da Universal), a Universal Interactive (hoje Vivendi Games) não teve outra opção senão contratar uma empresa para produzir o game. A escolhida foi a Traveller's Tales, que teve apenas 12 meses para produzir o game.
. A foto que pode ser vista clicando aqui é um registro do possível game que a Universal Interactive e Mark Cerny estavam produzindo.

Personagens:
- Crash Bandicoot
- Coco Bandicoot
- Aku Aku
- Crunch Bandicoot
- Dr. Neo Cortex
- Uka Uka
- N. Tropy
- N. Gin
- Tiny Tiger
- Dingodille
- Rok-Ko, Wa-Wa, Py-Ro e Lo-Lo

Gameplay:
------------------------------------------------------------------
Até a próxima!

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Revelada Versões Special Edition e Collector's Edition de GTA V





SPECIAL EDITION:
- Mapa detalhado de Los Santos
- Poster com uma Artwork
- Mais manobras de aviões
- Mais habilidade especiais (ex: mais duração do nitro)
- Mais personalização da personagem
- Um maior numero de Armas

imagem


COLLECTOR'S EDITION
- Mapa detalhado de Los Santos
- Poster com uma Artwork
- Mais manobras de aviões
- Mais habilidade especiais
- Mais personalização da personagem
- Um maior numero de Armas
- Personagens exclusivos para o Multiplayer
- T-Shirt com uma estampa do logotipo do jogo
- Boné New Era Los Santos
- Caixa para guardar o jogo
- Porta chaves com logotipo do Jogo

imagem

 Com isso já podemos observar uma parte do mapa, que parece que será realmente grande.

 Ao fazer a pré compra é adicionado a possibilidade de conduzir o Blinp:

imagem

Bom, com isso foi possível notar uma parte do mapa, que será realmente grande:

http://i2.minus.com/iSO43T76uQKkQ.jpg

http://www.rockstargames.com/V/preorder

Prassódia Wins!


Ingrasadaun! hihihi... O_o

quarta-feira, 22 de maio de 2013

"Mortal Kombat: Komplete Edition" anunciado para PC

imagem

 "Mortal Kombat: Komplete Edition" finalmente foi anunciado para PC. Ele irá incluir todos os DLC lançados para a versão de consoles, desde os personagens Skarlet, Kenshi, Rain, e Freddy Krueger, até as 15 skins clássicas do Mortal Kombat original, e três fatalities para o Scorpion, Sub-Zero e Reptil.

 A versão para PC estará disponível para distribuição digital dia 3 de Julho. A versão Box estará disponível dia 2 de Agosto.

terça-feira, 21 de maio de 2013

EA continuará publicando jogos para Ps3 e Xbox 360 até 2017


  Durante a Stifel 2013 Technology Conference, Blake Jorgensen, chefe de finanças da Electronic Arts, revelou que a empresa continuará desenvolvendo jogos para PlayStation 3 e Xbox 360 pelo menos até 2017. A EA já anunciou seus primeiros títulos para os consoles da próxima geração: FIFA 14, Madden NFL 25, NBA Live 2014 e EA Sports UFC, que estavam entre os games apresentados no evento do Xbox One realizado hoje (21), nos EUA.

  Battlefield 4 também foi confirmado para os consoles da próxima geração, mas chegará aos atuais PlayStation 3 e Xbox 360 em 29 de outubro. O Wii U, da Nintendo, não teve a mesma sorte: a Electronic Arts não tem nenhum jogo em desenvolvimento para a plataforma.

  O executivo também disse que a produtora está trabalhando novamente em "Star Wars: Battlefront III", e a oportunidade de produzir um novo game dessa série é algo que ele classifica como algo "empolgante". Até o momento não há detalhes oficiais sobre essa versão, mas rumores indicam que o game já estava 99% pronto antes de ele ser cancelado por "questões financeiras".

  Foi dito ainda que a EA vai recorrer ao apelo de marketing da Disney nos novos games de "Star Wars", e que eles não terão relação com nenhum filme da série que está por vir mas podem sair em épocas próximas às estreias nas telonas.

Fonte: Uol Jogos

Microsoft anuncia novo Xbox One


 Anunciado oficialmente na tarde desta terça-feira (21) em Seattle, nos Estados Unidos, a nova plataforma, batizada de Xbox One, apresentou seu novo conceito, focado na interação com TV e usuário.

 A apresentação começou com depoimentos de funcionários da Microsoft, incluindo seu fundador, Bill Gates, sobre a tecnologia e entretenimento. "Tive minha carreira inteira focada em tecnologia de entretenimento e nunca estive tão empolgado", disse Don Mattrick, presidente da área de entretenimento e negócios da Microsoft, focando na interação que Xbox terá com a TV e os seus usuários. "Estávamos focados em fazer tudo em um sistema. Acreditamos que podemos envolver tudo o que vocês amam em uma coisa só", completou.

 A confirmação da fabricante norte-americana veio no dia 24 de abril, quando anunciaram o evento desta terça-feira com um post em seu site oficial: "uma nova geração revelada". Assim como a concorrente Sony, a Microsoft optou por mostrar seu novo console em dois eventos separados. Além do dados exibidos em Seattle, características mais detalhadas do Xbox One serão conhecidas na E3, cultuada feira gamer que acontece entre 11 e 13 de junho, em Los Angeles.

 O executivo Yusuf Mehdi assumiu a apresentação e mostrou algumas funcionalidades do Xbox One, principalmente sua navegação pelos menus e novamente a sua interação com a TV. Usando os comandos de voz, ele mostrou como é possível navegar para assistir canais abertos, navegar na internet ou assistir a filmes.

 Com direito a novidades como Xbox Live e o sensor de movimentos Kinect, o segundo console da Microsoft provou que veio para brigar de frente com o PlayStation. Resta saber se o sucesso vai continuar para a empresa com o novo aparelho, que já mostrou que não está para brincadeiras e vai ser um concorrente de peso para a Ps4.

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Rumor: Resident Evil 7 será revelado na E3 2013?

  Um pôster trazido pelo site Boxden está chamando a atenção de muita gente: se verdadeira, a imagem ao lado promete não só um sétimo Resident Evil, como também que ele será oficialmente revelado durante a E3 2013.

 Apesar disso, a notícia revelada por eles deve ser tratada como um rumor, visto a qualidade do pôster. Por outro lado, o site faz questão de dizer que a imagem está cheia de defeitos por não ser a versão final do trabalho; se eles estão falando a verdade, é provável que só saberemos quando a E3 deste ano chegar.

 Fonte: Baixaki Jogos

Trailer de Yakuza 1 & 2 HD, para WiiU!

domingo, 19 de maio de 2013

"Among the Sleep" Wallpaper!


Especial - Os Games e a sensualidade: exagerada ou não?

   Uma coisa que vem acontecendo bastante no decorrer das gerações de games, e da evolução dos gráficos (cada vez mais realistas), é o uso cada vez mais frequente do corpo feminino, e a apelação ao sexo e nudez (afinal esse é um tema que atrai, e muito). Bom, na minha opinião, se os produtores usarem isso corretamente no game, ótimo!; Porém não é bem o que acontece as vezes. Para explicar melhor eu mostrarei nesse especial 10 jogos, uns que possuem essa caracteristica exagerada demais, e outros que nem tanto já que o tema está no próprio contexto do jogo. Bom, então vamos lá!
-------------------------------------------------------------------------------

Tomb Raider
 Um ótimo exemplo para começar é Tomb Raider. A personagem Lara Croft é considerada a musa dos games, ficou até em 1° no TOP 100 Gatas que eu fiz a muito tempo atrás; porém, a exploração feita no corpo da personagem desde o primeiro game foi bem grande. A cada game que se passava, os seios de Lara ficavam cada vez maiores e haviam cada vez mais closes em seus atributos, com nas partes em que a personagem devia andar agachada por uma caverna pequena. Sem falar nas roupas da personagem, sempre com aquele shortinho mostrando suas belas pernas (até na fase da neve ela usava o shortinho). Bom, no caso de Tomb Raider eu não acho que a sensualidade da personagem tenha sido um contra da série, pois foi isso que acabou criando a marca da franquia no mundo dos games; além disso no ultimo jogo da série, o Reboot, isso foi bem alterado já que a personagem ganhou um ar mais "Humano", pois antes a personagem matava até dinossauro com facilidade, e agora a coitada sofre muito para sobreviver na selva; além de não ter sido tão explorada sexualmente pela produtora, pois sua roupa está bem mas comportada e até seus seios diminuiram (e pra falar a verdade eu a achei bem mais bonita nesse game).

Dead or Alive
 Vish, esse caso é tenso! Dead or Alive é a sensualidade em pessoa. A série de luta sempre dá uma atenção especial para as personagens femininas, que estão cada vez mais gostosas bonitas e cada vez menos vestidas (sem falar nas DLCs de Bikini), a cada game. Seus trailers são tão apelativos que chamam a atenção de todos, e a série já ganhou até uma série spin-off de vollei de praia com as personagens, de bikini obviamente.
 E até nos tipos de bikini eles apelam, como podem ver aqui e aqui!

Catherine
 Catherine é um exemplo de game em que a sensualidade pode ser boa em um enredo. Eu não o jouei ainda, tudo que sei dele é por pesquisas e videos, então se eu tiver falando bobagens diga nos comentários. O jogo conta a história de Vincent, que anda tendo estranhos pesadelos desde que sua namorada, Katherine, começou a especular sobre casamento; até que ele conhece uma linda e sedutora garota chamada Catherine. Bom, só por esse trecho já dá para ver que o contexto do game é relacionamento e o tema proposto nesse post é justificavel no game. Tá ai uma boa aplicação da sensualidade em um game.

Soul Calibur
 Soul Calibur é uma ótima série de luta; mesmo eu tendo jogado pouco da série, eu curto bastante. Porém uma coisa que os produtores exploram além da conta no game é o corpo feminino. A personagem Ivy, por exemplo, tem seus seios cada vez maiores (na imagem é a Ivy de Soul Calibur IV) e usando cada vez menos roupas a cada game. Sophitia é outra que tem seus atributos cada vez maiores, que até balançam durante a luta! LOL
 O uso das personagens como "propaganda chamativa" é tão grande que... bem, veja os posters de Soul Calibur V, ultimo game da série, clicando aqui!

OneChambara
 Onechambara o coloca na pele de uma garota de bikini, chapéu e Katana que sai matando zumbis, voando sangue pra todo lado. Bem, eu não joguei esse game mas pelo que vi na internet ele não tem uma história muito clara e que justifique isso, se bem que eu acho que nenhuma história justificaria o porque dela matar zumbis usando bikini O.o

 Também ouvi dizer que o game é bem ruim, e repetitivo. Isso nos mostra o motivo da empresa ter apelado pra tudo isso, se não fosse assim ninguem comprava! :P

Final Fantasy X-2
 Eu admiro a Square quando se fala em personagens femininas em Final Fantasy, pois ela sabe criar personagens que são gatas mas ao mesmo tempo tem personalidade e consegue muitos fãs não apenas por ser bonita; mas eu não entendo onde os produtores estavam com a cabeça quando fizeram Final Fantasy X-2. Eu não estou dizendo que o game é ruim (embora muitos achem que é), eu gosto dele e confesso que foi o único Final Fantasy que zerei até hoje (me envergonho disso, mas logo isso será concertado); mas além de ser considerado o mais fraquinho da série, a apelão sexual é clara. As personagens Yuna e Rikku, que apareceram em FFX, mudaram completamente a personalidade e o modo de vestir de um game pro outro, e ficaram com uma roupa (ou falta dela) que obviamente o publico masculino adora. Nesse caso achei bem desnecessário o que fizeram com as personagens, que já tinham uma personalidade feita antes, mas vai ver que a própria Square viu que o game não tava tão bom que resolveu atrair mais o público, não acham?

Bayonetta
http://www.wallpaper4me.com/images/wallpapers/bayonetta-wallpaper-cat-1920x1200-903792.jpeg
 Bom, eu não joguei Bayonetta também, só coloquei o game aqui para completar 10 jogos na lista, mas eu não sei se sua sensualidade é exagerada ou não (mas pelo que vi do game por videos e analises parece que é sim). Mas pelo que percebo a personagem foi mesmo criada com o propósito de ser sensual, e isso é válido. Mas se você tiver jogado, diga ai se o game contém uma sensualidade além do normal!

Mortal Kombat
 O mais importante e que mais chama a atenção na série MK é sem dúvidas a violencia brutal; mas não é por isso que os produtores não capricham na hora de criar os personagens, principalmente as personagens mulheres. A cada game as personagens femininas ganham corpos mais atraentes e roupas mais justas; e no ultimo MK de 2011 as coisas estão ainda melhores (se é que me entende). Embora a roupa de Sonya Blade não combine nada com uma roupa que uma policial deve usar, quem se importa quando falamos de MK? Se estamos falando de um jogo em que um astro do cinema consegue desmembrar um ninja do inferno com apenas alguns golpes, a roupa é o de menos pois o game tá longe de algo próximo da realidade! (e isso que é bom em MK)

Lollipop Chainsaw
 Jogo feito especialmente para os gamers pervertidos, não há outra explicação. Se em Onechambara tinhamos uma samurai de Bikini matando zumbis, aqui temos uma lider de torcida com motoserra matando zumbis. O game não é para ser levado a sério, tudo feito nele é para ser comico e fora da realidade; mas obviamente que os produtores queriam chamar atenção com a Juliet, colocaram até mesmo Jéssica Nigri como cosplay da personagem para a divulgação.

Resident Evil
  Sim, essa série infestada de monstros horríveis também tem seus momentos de apelação sexual, que vem acontecendo com frequencia nos ultimos da série.
Lendo esse artigo do Resident Evil Sac percebi que a série Resident Evil, que vem decaíndo muito nos ultimos tempos, está usando justamente esse método para atrair o pessoal. Só citando os dois títulos mais recentes (RE6 e Revelations) posso falar de várias personagens com o sex appeal exagerado para o contexto dos jogos: A cena de nudez de Carla Radames, Deborah Harper nua quando monstro, Rachel e seu ultra decote, o bundão da Jill, Jéssica e sua roupa de mergulho não finalizada (como pode ver a imagem), e etc. Só não falo da Ada porque ela sempre foi sexy, isso é o normal dela.
 Mas eu até não me incomodaria com isso, até gosto, porém se não fosse um artifício usado para tapar os erros do game! :-/

 E é isso. Espero que tenham entendido o que eu quis dizer, e diga nos comentários se você acha que a sensualidade está exagerada demais nessas gerações atuais ou está bom assim! XD

 Confira abaixo mais games com personagens "chamativas":

Street Fighter:


Tekken:

Rumble Roses:

Prince of Persia:

 The King of Fighters:

Clique aqui para ver o TOP 100 Gatas dos Games!

Até a próxima!

sexta-feira, 17 de maio de 2013

SEGA anuncia games de Sonic exclusivos para a Nintendo, mas série NÃO virou exclusiva!


http://image.noelshack.com/fichiers/2013/20/1368803630-wupp-mariosonic4.jpg
.
 A Nintendo anunciou uma parceria com a SEGA, que trará três games da série como exclusivos para plataformas Nintendo. Se trata de Sonic: Lost World, Mario & Sonic at the Sochi 2014 Olympic Winter Games e outro ainda não anunciado.

 Porém com essa noticia, muiitas pessoas estão acreditando que a série a partir de agora será exclusiva, para sempre., mas NÃO. Só esses 3 jogos serão exclusivos, e não todos os jogos a partir de agora. 

 A parceria com a Sega irá também incluir muitos títulos de Game Gear chegando ao Virtual Console da Nintendo para o 3DS

Grand Theft Auto em 4 Minutos (Era GTA III)

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Disney Universe



Gênero: Plataforma / Aventura

Empresa: Eurocom

Lançamento: 25 de Outubro de 2011

Plataforma: Ps3, X360, Wii e PC

Testei no: Playstation 3

Número de Jogadores: 1 a 4





 
  Um dos games que venho jogando bastante nos ultimos tempos é Disney Universe, game que pelo nome daria a impressão de que se passaria uma aventura no universo Disney, com seus famosos personagens. Bem, pode se dizer que é isso, mas não bem assim. Porém não deixa de ser divertido, vejamos minha opinião...


  História? O vírus-hacker "Hex" invade o sistema do jogo (Disney Universe) e causa o caos nos mundos do game, e a sua missão é derrotar os inimigos que ameaçam os mundos para a paz voltar. A história de Disney universe não é nenhuma históia bem elaborada e não é tão importante, ela apenas serve para justificar o game.


  Disney Universe pode ser considerada uma junção de Little Big Planet com LEGO, pois as caracteristicas e o modo de andar dos personagens jogáveis no game são muito parecidas com as de Sackboy, e a jogabilidade também lembra os games da série Lego. Esses personagens jogáveis não tem um nome especifico, são apenas bonequinhos azuis (mudam de cor dependendo de qual player for você) que usam as roupas de personagens famosos da Disney, os costumes. Isso mesmo, não há nehum personagem da Disney em Disney Universe, mas sim esses bonecos com roupas dos personagens, pois é.

  Além de ter que derrotar os inimigos nos cenários (com o auxílio de PowerUps) e coletar as moedas (que servem para comprar os costumes), você deve resolver puzzles, arrastar objetos para formar ou resolver algo, e outras coisas parecidas até chegar ao fim da fase. Isso se torna um ponto fraco do game, pois os puzzles são bem parecidos de fase em fase e acaba que o game se torna bem repetitivo. Esse game foi feito com o intuito de se divertir com os amigos, e é possível jogar até mesmo com até 4-players.


  Os cenários caracterizam cada mundo de um filme ou clássico da Disney, e são muito bonitos e bem feitos pelo que o jogo propõe. As músicas também caracterizam bem os mundos, pois são baseadas na trilha sonora original dos fimes.


  Pelo tempo que você terá para passar por todos os mundos e desbloquear todos os personagens (nesse caso terá que passar duas vezes em cada mundo), Disney Universe irá trazer muito tempo de diversão, e provavelmente será mais divertido ainda se você jogar com amigos ou irmãos.

Nota: 8,5
Disney Universe é um game bem simples voltado para o público infantil, e com o objetivo já dito por mim antes: divesão em amigos!

----------------------------------------------------------------------------------
Mundos do jogo:
- Pirates of The Caribbean
- Tim Burton's Alice in Wonderland
- The Lion King
- Monsters, Inc.
- Aladdin
- WALL-E

DLCs:
- The Nightmare Before Christmas
- Phineas and Ferb
- Peter Pan's Neverland


Gameplay:
---------------------------------------------------
Até a próxima!

terça-feira, 14 de maio de 2013

Capcom revela roupas extras de Resident Evil: Revelations

http://fc09.deviantart.net/fs70/f/2012/018/b/5/resident_evil_revelations__wallpaper_1_by_heatheryingnl-d4mu23m.jpg

  A Capcom anunciou para Resident Evil: Revelations Unveiled Edition três roupas inéditas que são exclusivas deste relançamento. Os figurinos Sailor Chris, Pirate Jill e Ninja Keith estarão disponíveis no game normal, sem a necessidade de compra de DLCs.

  De acordo com Brett Elston, diretor de comunidades da Capcom, as roupas extras são exclusivas do Raid Mode e são liberadas por ações dentro do próprio game. Confira abaixo as imagens das novas roupas, chamadas de Sailor Chris, Pirate Jill e Ninja Keith:


Fonte: ResidentEvilSAC

Master Onion's Party: Chop Chop Master Onion's RAP + Who Likes to Party

- Chop Chop Master Onion's RAP (Parrapa the Rapper)
- Kevin MacLeod - Who Likes to Party 

sábado, 11 de maio de 2013

Canais do YouTube #26 - Batera Gamer


 Hoje a sujestão de canal no youtube para vocês é o Batera Gamer, mais um ótimo canal de covers de games e outras coisas, desta vez na bateria. Abaixo alguns exemplos e, se você curtir, se inscreva:

- FF7 - Sephiroth Theme
- Donkey Kong Country Theme
- Dragon Ball Z - 1° Abertura

Clique aqui para acessar o canal. Até a próxima!

quarta-feira, 8 de maio de 2013

Trailer de The Last of Us com dublagem oficial em português

"The Last of Us" e "Grand Theft Auto V" em PT-BR


 Durante um evento realizado nesta terça-feira, a Sony anunciou que o PlayStation 3 passará a ser produzido no Brasil, a partir de uma fábrica instalada no município de Manaus. Contudo, além disso, a companhia também reservou outra surpresa: dois títulos que serão lançados em breve estarão adaptados para o público do país.

 O primeiro é The Last of Us, um dos exclusivos mais aguardados da plataforma, que será completamente dublado em português. O segundo é o tão aguardado GTA V, que não será dublado mas terá legendas localizadas para o português do Brasil.

 De acordo com Mark Stanley, presidente da PlayStation para a América Latina, as novidades fazem parte da estratégia da Sony para se aproximar cada vez mais do público brasileiro, que representa um dos maiores públicos da empresa no setor de jogos eletrônicos. O executivo ainda avisou que podemos esperar muitas outras ações no decorrer do ano por parte da companhia feitas diretamente para o nosso país.

Fonte: Baixaki Jogos

terça-feira, 7 de maio de 2013

Looney Tunes Racing



Gênero: Corrida

Empresa: Infogrames

Lançamento: 13 de Novembro de 2000

Plataforma: Playstation

Número de Jogadores: 1 a 2




  Looney Tunes Racing é um jogo de corrida lançado no ano de 2000 para a PlayStation (também há uma versão mais simples de Game Boy Color) que traz os principais personagens da famosa série animada Looney Tunnes, da Warner Bros.


  Assim como os outros games de kart da época (como Mario Kart e Crash Team Racing), Looney Tunes Racing possui uma jogabilidade muito boa, semelhantes aos outros jogos citados, mas com uma identidade própria.

  Como nos outros, LTR também possui armas espalhadas pelas pistas que podem ser atiradas nos outros corredores, porém não são escolhidas em modo aleatório como em Mario Kart e CTR. O que está espalhado pelas pistas são Tokens (moedas) com níveis 1,2 ou 3, e dependendo da pontuação somada o jogador obtem uma das armas (são seis pontos/armas no total).



  Os gráficos são ótimos para a época e, tanto os personagens quanto os cenários das pistas, representam bem o universo Lonney Tunes.

 As músicas também são muito boas e marcantes, quem o jogou na época deve lembrar pelo menos de uma música do game (eu me recordo de várias).


  O modo princiapl do game é o Championship, que possui três campeonatos chamados de Rascal, Stinker e Despicable. Também há o Single Race, modo que existe em qualquer jogo de corrida; o modo Acme Chalenge que possui vários desafios para serem compridos, e o Multiplayer para jogar com um amigo.
Pelo numero de modos e desafios a serem compridos, Looney Tunes Racing possui um bom tempo de diversão, eu pelo menos me diverti por meses e mais meses quando tive esse game no Ps1, e nunca me enjoei (na verdade eu até o baixei para o emulador a algum tempo atrás).

Nota: 10
Looney Tunnes Racing é mais um dos vários jogos de corrida estilo kart que a geração Ps1/N64 teve, e mesmo que esse gênero estivesse tão usado em sua geração, ele conseguiu se destacar e fez parte da infãncia de muita gente. Vale a pena!
---------------------------------------------------
Personagens:
- Bugs Bunny
- Daffy Duck
- Lola Bunny
- Wile E. Coyote
- Tasmanian Devil
- Marvin the Martian
- Yosemite Sam
- Sylvester the Cat
- Foghorn Leghorn
- Pepe LePew
- Elmer Fudd
- Porky Pig
- Gossamer
- Granny
- Duck Dodgers
- The Evil Scientist
- Rocky the mobster
- Smokey the genie
- Hector

Gameplay:
---------------------------------------------------
Até a próxima!